NOTA DE REPÚDIO DA ABGLT À VINCULAÇÃO DA PEDOFILIA À HOMOSSEXUALIDADE

por difama

A ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – entidade de abrangência nacional fundada em 1995 e atualmente com 237 organizações afiliadas, com status consultivo junto ao Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, vem a público manifestar o seu repúdio ao uso abusivo que tem sido feito de pronunciamentos de pesquisadore/as e ativistas do país, por parte de grupos conservadores e fundamentalistas religiosos, para o fomento do ódio, intolerância e violação de direitos humanos da comunidade LGBT e daqueles que apoiam a nossa luta política por justiça social.

Repudiamos a manobra tendenciosa de associar nossa comunidade e pessoas que nos representam publicamente à apologia da pedofilia. Esta estratégia tão somente visa a incitação do ódio contra nossa comunidade, mas também ofusca e invisibiliza a realidade perversa do abuso sexual, que não tem em seus atores de violação a estrita associação com a homossexualidade.

Salientamos que a ABGLT tem uma política muito clara em relação à pedofilia, conforme consta no Artigo 7º de seu estatuto: “Podem ser filiados à ABGLT número ilimitado de grupos de gays, lésbicas, travestis, transexuais, bem como outras pessoas jurídicas com finalidades afins às da ABGLT, com a exceção de grupos ligados a partidos políticos, grupos com ideologias religiosas específicas e grupos que defendam a pedofilia e a ideologia homofóbica, que aceitem o presente Estatuto e que tenham formalizado inscrições conforme previsto no presente”.

Sabemos que muitos homens heterossexuais e mesmo autoridades religiosas já foram punidos na forma da lei ao ferirem os direitos de crianças e adolescentes por meio do abuso sexual. Sequer somos defensores daqueles LGBT que viessem a praticar tal ato delituoso.

Vimos por meio desta nota de repúdio esclarecer que compreendemos esta como mais uma das múltiplas violências simbólicas as quais nossa comunidade é submetida sob a força do preconceito e da discriminação.

04 de setembro de 2012

ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais

originalmente publicado em: http://www.abglt.org.br/port/basecoluna.php?cod=248

Anúncios